Roteiro de Compras | 29 de maio de 2017 | Para anunciar: (67) 9974.2983
Logo Roteiro de Compras
PUBLICIDADE

Dourados

A cidade de Dourados está localizada no sul do Estado de Mato Grosso do Sul na região Centro-Oeste. Fundada em 20 de dezembro de 1935.

Mapa de Dourados
http://geo.dourados.ms.gov.br/geodourados/map.phtml

Área Territorial: 4.086,387 km²

Altitude Média: 430 metros

Latidude: 22°13'18"S

Longitude: 54° 48' 23" O

População: 181.869 habitantes (Censo IBGE/2007)

Fuso horário: O seu fuso horário é de menos 1 (uma) hora com relação a Brasília e de menos 4 (quatro) horas do Tempo Universal Coordenado com relação a Greenwich.

Clima: Dourados tem clima tropical úmido no verão e seco no inverno, com algumas geadas.

Limites
O Município de Dourados divisa as suas terras: ao Norte: com Rio Brilhante, Maracaju, Douradina e Itaporã; ao Sul: Fátima do Sul, Caarapó, Laguna Carapã e Ponta Porã; ao Leste: com Deodápolis; e a Oeste, com o município de Ponta Porã.

Hidrografia
Dourados pertence à bacia hidrográfica do Rio Paraná. Seus principais rios são o Dourado, Santa Maria, Brilhante e Peroba.

Distância da Capital
Dourados situa-se aproximadamente a 220 km de Campo Grande, e 120 Km da fronteira com o Paraguai.

Agricultura e Pecuária
Dourados destaca-se pela agricultura, com a produção de grãos de soja e milho; e a pecuária, com a criação de bovinos. Também se destaca na produção de aves, ovos e mel de abelha.

Prefeitos
Os prefeitos que administraram o município de Dourados foram os seguintes:
1935/1937 - João Vicente Ferreira
1937/1943 - Álvaro Brandão
1943/1945 - Horácio de Almeida
1945/1947 - João Augusto Capilé Júnior
1947/1948 - Rui Gomes
1948/1951 - Antônio de Carvalho
1951/1955 - Nelson de Araújo
1955/1959 - Antônio M. dos Santos
1959/1963 - Vivaldi de Oliveira
1963 - Jonas Francisco Dourado
1963/1967 - Napoleão Francisco de Souza
1967/1970 - João da Câmara
1970/1973 - Jorge Antônio Salomão
1974/1977 - João da Câmara
1977/1982 - José Elias Moreira
1982/1983 - José Cerveira
1983/1988 - Luiz Antônio Alvares Gonçalves
1989/1992 - Antônio Braz Genelhu de Melo
1992/1996 - Humberto Teixeira
1997/2000 - Antônio Braz Genelhu de Melo
2001/2004 - José Laerte Cecílio Tetila
2005/2008 - José Laerte Cecílio Tetila
2009 – Ari Artusi

SÍNTESE HISTÓRICA
Antes da colonização do homem branco o município de Dourados era habitado pelas tribos Terena e Kaiwa cuja presença dos descendentes é marcante até os dias atuais constituindo uma das maiores populações indígenas do Brasil.
Fundada em 10 de maio de 1.861, a Colônia Militar de Dourados, sob o comando de Antônio João Ribeiro, quando ocorreu a invasão paraguaia. Por este fato, a região tornou-se lendária.
No final do século XIX vieram para Mato Grosso, algumas famílias originárias dos Estados do Rio Grande do Sul, Minas Gerais e São Paulo em busca de novas terras no oeste do país.
Dado o acentuado progresso verificado na região e pelas notícias sobre a fertilidade da terra, aluíram novos colonizadores em demanda da exploração dos extensos ervais nativos impulsionado pela ação da Companhia Mate Laranjeira S/A, que deteve o monopólio da exploração dos ervais em toda a região, entre os anos de 1882 e 1924, destacou-se também o desenvolvimento da cultura pastoril e da construção da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, entre 1904 a 1914.
Entre os colonizadores, se destacava Marcelino Pires, homem resoluto, dotado de uma coragem extrema e possuidor de grande ardor pelo trabalho da lavoura e pecuária. Marcelino Pires se dedicou com maior intensidade à criação de gado, ocupando vastíssima área de terras, onde se localiza atualmente a cidade de Dourados.
Em 20 de dezembro de 1935, com áreas desmembradas do município de Ponta Porã, através do Decreto nº 30 do então Governador do Estado, Sr. Mário Corrêa da Costa foi criado o município de Dourados.
A colônia agrícola de Dourados, criada em 1943, com uma área de 50.000 hectares, reservado em 1923 para a colonização, passou a integrar Dourados pelo Decreto de elevação à categoria de município em 1935 atraindo para a região tantas levas de imigrantes brasileiros e estrangeiros, principalmente japoneses, que se dedicaram notadamente ao cultivo de café.

HINO DO MUNICÍPIO
Letra: Armando da Silva Carmello
Música: Maestro José Oliveira Silva

Sob um céu de alvorada fagueira,
Surge a terra de amor e afeto;
Eis Dourados, vibrante, altaneira,
Nosso berço, rincão predileto.

Sob um céu de alvorada fagueira,
Surge a terra de amor e afeto;
Eis Dourados, altaneira,
Nosso berço, predileto.
Eis Dourados, altaneira,
Nosso berço, predileto.

Estribilho: (2 vezes)
Eis Dourados cintilante
De labor e anseios mil
No futuro confiante
Lindo Oásis do Brasil.
Eis Dourados cintilante
De labor e anseios mil
Jóia brilhante - do Brasil

Seu passado vai longe com glória
Da esperança foi sempre uma flor,
O seu nome desponta na história
Com beleza, com paz e amor!

Seu passado vai longe com glória
Da esperança foi sempre uma flor,
O seu nome, na história
Com beleza - Paz e amor!
O seu nome, na história
Com beleza - Paz e amor!

Estribilho: (2 vezes)
Eis Dourados cintilante
De labor e anseios mil
No futuro confiante
Lindo Oásis do Brasil.
Eis Dourados cintilante
De labor e anseios mil
Jóia brilhante - do Brasil


 

TEXTO:
Site oficial da prefeitura municipal de Dourados - http://www.dourados.ms.gov.br

Wikipédia - http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:BandeiraDourados.gif#filehistory

FOTOS:
 Equipe ROTEIRO – http://www.roteiro.net

Roteiro de Compras | 2008 | Todos os direitos reservados.Agência Web Planet Internet
(67) 9974.2983